A proteção da sua empresa não depende só de um antivírus

Muitas pessoas acreditam que instalar um antivírus na máquina é sinônimo de proteção total das informações do sistema. No entanto, só isso não é suficiente. Diante dos aumentos de crimes cibernéticos e da rapidez com que os criminosos desenvolvem iscas e programas maliciosos, o usuário precisa ter um bom software de proteção e criar uma arquitetura de segurança completa.

O ransomware, responsável por sequestros midiáticos como o da JBS e da Renner, tem assustado grandes empresas e companhias de software. Só em 2021, foram identificadas mais de 30 novas famílias dessa ameaça que tem gerado prejuízos milionários para as empresas. Sistemas que não mantêm sua rede de segurança atualizada são os mais vulneráveis a ataques e invasões.

Segundo o relatório da Allianz Global Corporate & Specialty, ransomwares, erros humanos e falhas técnicas são as maiores causas de incidentes cibernéticos. Neste artigo, vamos mostrar como um bom antivírus e alguns cuidados básicos são fundamentais para a criação de uma rede de proteção eficiente.

O erro humano pode ser evitado

Para aumentar a segurança do sistema, é muito importante que todos os colaboradores entendam a necessidade de tomar cuidado com as informações digitais. Clicar em links suspeitos, abrir e-mails de remetentes desconhecidos e não trocar a senha padrão dos aplicativos são pontos de vulnerabilidade que colocam toda a rede em risco. Algumas soluções são: 

  • investir em treinamentos regulares com toda a equipe
  • implantar um gerenciador de senhas para que os colaboradores usem combinações fortes e se habituem a alterações periódicas;
  • usar autenticação em dois fatores e
  • instalar ferramentas anti-phishing em todas as máquinas para que sites suspeitos sejam bloqueados.

Os dados precisam ser armazenados com segurança

As empresas são responsáveis pelo armazenamento dos dados de seus clientes. Atualmente, há duas maneiras de guardar toda essa informação: em servidores próprios ou na nuvem. Independentemente do modo escolhido, é dever do responsável garantir a integridade de todo esse conteúdo.

Em relação aos servidores próprios, a dica é investir em um bom firewall. Esse software consegue proteger programas vulneráveis, bloquear atividades suspeitas, inspecionar o tráfego criptografado e proteger a rede de invasores mal intencionados. Usar uma rede virtual privada (VPN) e chaves criptografadas de acesso (SSH) também faz toda a diferença quando se quer impedir a atividade de hackers.

No entanto, muitas empresas têm optado pelo serviço de armazenamento na nuvem. Ele reduz os custos de operação, mas também oferece menos controle quanto à segurança dos dados. Logo, é importante saber se o provedor possui uma política de segurança forte e investe na proteção de todo o sistema. Usar dados criptografados e fazer uma revisão periódica dos arquivos é fundamental.

O antivírus é a última barreira

O antivírus é o software mais importante para garantir a proteção de toda a rede. Sua função é escanear, prevenir, detectar e deletar qualquer vírus do sistema. Para que ele consiga desempenhar bem esse papel, é essencial que suas atualizações estejam em dia. Portanto, ele precisa estar configurado corretamente para que não fique nenhuma vulnerabilidade.

Os programas gratuitos têm a desvantagem de não oferecerem proteção suficiente para as rápidas mudanças promovidas pelos hackers. Já os programas ilegais, deixam o sistema ainda mais vulnerável porque, normalmente, vêm com vírus e malwares que infectam a máquina durante o download.

A dica é investir em um bom antivírus empresarial, como o Kaspersky ou o Bitdefender, e contar com a assistência de especialistas para a configuração correta da ferramenta. Para aumentar a proteção, é recomendado também o uso de uma ferramenta de gerenciamento de vulnerabilidades. Ela faz varreduras periódicas no sistema, identifica e corrige pontos fracos que possam ser uma porta de entrada de hackers e aplicativos maliciosos.

A proteção da rede da sua empresa depende de um bom antivírus instalado, mas só isso não vai evitar falhas de segurança. Para cumprir com as exigências legais e garantir a integridade de todos os dados armazenados, você precisa montar uma rede completa. Os crimes cibernéticos geraram um prejuízo que ultrapassou a casa dos U$2 trilhões em 2019. Diante do tamanho da ameaça, todo cuidado é pouco.
A Avant é representante oficial dos principais software de segurança da atualidade, clique aqui para falar com um especialista e proteger a sua empresa.

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
× Whatsapp